SENAR

Reunião na sede do Sistema Faeb/Senar marca ato de assinatura do Termo de Cooperação Técnica para o Despertar

Publicada em Atualizada em

Foi realizada hoje, 10, na sede do Sistema Faeb/Senar, reunião para o ato simbólico de assinatura do Termo de Cooperação Técnica do Programa Despertar para o exercício de 2021. O documento tem como objetivo a viabilização, implantação e o desenvolvimento do Despertar nas escolas públicas da Educação do Campo, da Educação Infantil e do Ensino Fundamental na Bahia.

O evento contou com as presenças do presidente do Sistema Faeb/Senar, Humberto Miranda; da superintendente do Senar Bahia, Carine Magalhães; do presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de São Sebastião do Passé, Edson Almeida; da Gerente de Educação Profissional Rural e Promoção Social do Senar Bahia, Daniela Lago; da Coordenadora Pedagógica, Jaqueline Érrico; do vice-presidente Administrativo e Financeiro da Faeb, Guilherme Moura; do Assessor Jurídico do Senar, Carlos Bahia e, virtualmente, com a vice-presidente da Faeb, Carminha Missio; presidentes de Sindicatos Rurais; Prefeitos Municipais; Secretários de Educação; alunos e pais; professores; coordenadores do programa e demais participantes.

O presidente do Sistema Faeb/Senar, Humberto Miranda, destacou o sucesso do Programa Despertar nesses 15 anos de existência: “Todos nós temos um carinho muito grande pelo Despertar e tudo que representa para uma sociedade melhor, com a contribuição para a educação nos municípios. O Despertar já passou em mais de 300 municípios da Bahia, o que representa o sucesso do programa’, disse.

Miranda também falou sobre as parcerias que fortalecem as ações de campo, através do Programa e o papel que o Despertar exerce na sociedade: “A parceria com as Prefeituras Municipais, Sindicatos, Secretarias de Educação, alunos e pais, professores e coordenadores é fundamental para o sucesso do programa. O Despertar atende aos alunos da educação infantil ao 9º. ano. Através deles, procuramos chegar até a sociedade, ao produtor rural, levando noções de coisas básicas, porém, fundamentais, que é a ética, cidadania, meio ambiente e cuidado com as pessoas”, concluiu.

A superintendente do Senar Bahia, Carine Magalhães, acrescentou que “a escola é a grande protagonista para transformar uma sociedade, pois, através de seus alunos é despertado uma consciência das ações que devem ser implementadas, em prol de todos os envolvidos, por isso que todos os anos pensamos com muito cuidado cada ação dentro do programa”.

O presidente do Sindicato Rural de São Sebastião do Passé, Edson Almeida, participou da assinatura, representando os outros Sindicatos do Estado. “Sinto uma honra muito grande de poder participar do Sistema Faeb/Senar. Fiquei muito feliz com a qualidade e com a dedicação de todos os envolvidos no Despertar. Aqui me sinto em casa. O Despertar ajuda as crianças a sonharem em ter um futuro promissor e com isso traz um mundo melhor para todos”.

Daniela Lago, Gerente de Educação Profissional Rural e Promoção Social do Senar Bahia, também ressaltou a importância das parcerias para o sucesso do programa e adiantou as ações para este ano. “Para 2021, o Senar Bahia preparou um planejamento especial que permite, mesmo de forma remota, um trabalho dinâmico e grandioso para os alunos das escolas rurais. Para isso, contamos com o apoio dos professores, das Prefeituras Municipais, Secretarias de Educação, Sindicatos. Todos parceiros e já empenhados para trabalhar”.

Jaqueline Érrico, coordenadora Pedagógica do Despertar também falou sobre as novidades do programa em 2021. “Este ano vamos fazer todas as nossas atividades online, seguindo esse momento atual que o mundo está vivendo. O tema central a ser trabalhado é “Produção de Alimentos e Sustentabilidade: do campo à mesa”. Realizaremos formação de coordenadores, todos voltados à Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e faremos um trabalho conjunto para apoiar os professores nesse momento difícil com a pandemia. Também realizaremos o nosso segundo webinário e outras ações fortalecedoras para o trabalho do Despertar no campo”.

Fonte: Sistema Faeb/Senar