Agropecuária

Mais um jovem capacitado pelo Senar Bahia conquista o primeiro emprego

Victor Souza, de 18 anos, participou do Jovem Aprendiz na área rural no Oeste da Bahia e foi efetivado

Publicada em

O primeiro emprego é o sonho da maioria dos jovens brasileiros. E isso não significa apenas ter a carteira assinada e receber um salário no fim do mês. É o início de uma nova etapa da vida, na qual responsabilidade e comprometimento são fundamentais para o crescimento. É bem por essa fase que está passando o estudante Victor Guilherme, 18 anos. Aluno do programa Jovem Aprendiz, do Senar Bahia, no Oeste do estado, ele acaba de ser contratado com o monitor agrícola na fazenda, onde ele atuava como aprendiz. Depois de se destacar durante a formação e ser aprovado num processo seletivo interno, com mais seis candidatos, o rapaz foi efetivado. “Eu estou muito feliz. É uma demonstração que meu trabalho foi reconhecido. No Jovem Aprendiz eu cresci muito como pessoa, amadureci demais e também pude conhecer na prática como é um ambiente do trabalho, que é bem diferente do que eu imaginava”, explicou Victor.

Ele disse ainda que durante o programa, com duração de dez meses, adquiriu muito conhecimento técnico. “Eu já tinha uma noção desse trabalho, de monitoramento de Pragas e Doenças, mas claro que depois das atividades práticas na Escola Modelo Paulo Mizote, estou muito mais preparado”. E ele quer mais: “Minha meta agora é desenvolver meu trabalho com excelência, crescer profissionalmente na área e no futuro fazer curso técnico em Agronegócio do Senar, para aumentar ainda mais meu conhecimento”.

Maria Gabriela Pinheiro, gerente de RH da Fazenda onde Victor atuava como aprendiz e foi efetivado, em Luís Eduardo Magalhães, também comemorou a contratação do novo funcionário. “Estamos muito felizes e esperamos que os jovens atendidos pelo Senar Bahia continuem crescendo junto com a nossa fazenda”.

A gerente explicou todo o processo até a contratação do jovem Vitor. “Começamos a nos preparar desde o processo seletivo, fizemos um plano de competências, criamos um edital, divulgamos a vaga, recrutamos e selecionamos. Um processo que não desenvolvíamos antes passou a fazer parte da rotina dos gestores de RH da fazenda. Após um ano vieram os resultados: contratamos nosso jovem aprendiz como monitor agrícola. Hoje percebemos que foi um acerto e que ele, que chegou na época tímido e cheio de vergonha, se desenvolveu muito. Percebemos desde a entrevista a sua paixão pelo agro e a vontade de aprender”.

Programa Jovem Aprendiz - O Programa tem por objetivo incluir, capacitar e promover o desenvolvimento profissional de jovens, oportunizando a formação profissional rural, capacitando-os para o ingresso no mercado de trabalho, através de programação elaborada nos termos da Lei 10.097 / 00.

Podem participar do Programa de Aprendizagem do Senar Bahia, jovens com idade entre 18 anos completos e 24 anos incompletos, que tenham concluído ou estejam cursando o ensino fundamental ou médio. É dada preferência aos jovens de baixa renda e de famílias de trabalhador ou produtor rural.

O programa é realizado em parceria com empresas rurais que se enquadram na legislação no que diz respeito à obrigação de contratação de aprendizes, devendo haver assinatura da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) do aprendiz e Contrato de Aprendizagem por tempo determinado, não podendo ultrapassar dois anos.

Além dos conhecimentos teóricos e práticos adquiridos nos cursos, os jovens são estimulados a desenvolver autoestima, criatividade, cidadania, responsabilidade e ética. Os resultados são gratificantes, principalmente que grande parte dos jovens estão descobrindo sua vocação, que pode estar atrelada ou não a sua formação.


Fonte: Ascom Sistema Faeb